Secretários autorizam quebra de sigilo bancário e telefônico em Taboão

Por Sandra Pereira | 5/05/2011

Todos os secretários municipais de Taboão da Serra vão autorizar a quebra dos seus sigilos bancários e telefônicos a fim de contribuir com a investigação da fraude no sistema de arrecadação de impostos da prefeitura. De acordo com a polícia o esquema causou aos cofres públicos municipais o prejuízo estimado em R$ 10 milhões.

Ao todo sete pessoas estão presas acusadas pela polícia de participação no esquema, entre eles três vereadores. Outros três suspeitos de envolvimento no crime estão foragidos e a polícia está tentando prendê-los.

Nesta quinta-feira (5) o prefeito se reuniu com todo o seu secretariado para informar que autorizou a polícia a quebrar o seu sigilo bancário e telefônico e pedir aos secretários a mesma contribuição.

“Todos os secretários compreenderam a decisão do prefeito e se dispuseram a permitir a quebra dos dados bancários e telefônicos para contribuir com a polícia”, afirmou o secretario de comunicação, jornalista Mário de Freitas.

De acordo com ele, a determinação do prefeito é de ajudar a polícia a investigar a fraude. Ele disse a imprensa que recebeu com surpresa a informação da polícia de que o esquema tinha participação de vereadores.

Em entrevista às emissoras de televisão que cobrem o caso o prefeito disse que determinou que a investigação acontecesse. “A polícia tem que investigar doa a quem doer”, observou.

Comentários