Rodízios de carro em SP terá duração de 24 horas e será expandido aos fins de semana

Por Redação | 7/05/2020

O prefeito Bruno Covas anunciou medidas mais restritivas ao rodízio de carros na cidade de São Paulo na manhã desta quinta-feira, dia 7. A nova determinação entra em vigor na próxima segunda-feira, dia 11, e foi adotada para tentar diminuir a circulação das pessoas durante à quarentena decretada devido à pandemia do novo coronavírus.
 
Com a medida, carros com final de placa par só poderão trafegar na cidade em dias pares e os veículos com placa final ímpar, nos dias ímpares. A restrição é válida durante 24 horas e se estende aos finais de semana.
 
Apenas funcionários da saúde e do setor de abastecimento, como água, energia e gás, estão fora da determinação, no entanto, terão 10 dias para se cadastrar na prefeitura para nãos serem multados.
 
Segundo Bruno Covas, a mudança no rodízio é necessária para impedir um “lockdown”, medida extrema que obrigará o fechamento total dos comércios e a permanência das pessoas em casa.
 
A cidade de São Paulo é a que mais registrou óbitos em todo o Estado. Até agora, são 1.910 mostos e 23.187 infectados.
 
Apesar disso, o índice de isolamento social, única medida até então prevista para evitar a proliferação do vírus da covid-19, vem registrando queda. Nesta quarta-feira, dia 06, a cidade manteve apenas 47% de sua população dentro de casa.
 
O prefeito também anunciou que vai colocar mais 1000 ônibus em circulação na cidade a partir de segunda, 11. Outros 600 ônibus ficarão reservados caso haja necessidade de complementar a rota.

Comentários