Taboão da Serra registra 25° morte por coronavírus

Por Redação | 2/05/2020

Taboão da Serra registrou neste sábado mais uma morte por coronavírus e o total de vítima fatais pela doença chegou a 25 neste sábado, dia 2. O paciente era um homem de 61 anos, que tinha diabete e estava internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Akira Tada.

É o segundo dia consecutivo que a cidade registra óbitos. Nesta sexta, 1, foram divulgadas mais duas mortes, a de um idoso de 88 anos, com problemas cardíacos, que estava internado no Pronto Socorro Antena e de senhora de 60 anos, com diabete, que estava hospitalizada no MBoi Mirim.

Taboão já registrou 211 moradores infectados, sendo que destes, 116 já foram curados. Outras 172 aguardam o resultado de exames e 262 tiveram as suspeitas descartadas. Ao todo, mais de 670 casos foram notificados.

No Hospital de Campanha, instalado na cidade para atender exclusivamente pacientes com a doença, foram feitos 2.032 atendimentos, sendo que 89 pacientes precisaram ficar internados. Até esta manhã, 29 pessoas permaneciam hospitalizadas na unidade.

Taboão da Serra segue sendo a cidade mais atingida da região pelo novo coronavírus, por isso a prefeitura tem adotado uma série de medidas desde o início a pandemia para evitar a proliferação do vírus na cidade.

Ruas, calçadas, entradas e portões de casas em diversos bairros estão sendo desinfectadas diariamente com uma solução a base de água, sabão e hipoclorito de sódio. A lavagem também está sendo feita no entorno do Hospital de Campanha, dos PSs e da UPA.

Na cidade, está decretado estado de calamidade pública e os comércios não essenciais estão proibidos de abrir por tempo indeterminado. As aulas da rede pública municipal também estão suspensas.

A prefeitura também já iniciou a confecção e distribuição de máscaras para doar à população carente da cidade e aos motoristas da Viação Fervima que atuam nas linhas circulares.

Também já foi autorizado o uso da cloroquina no tratamento de pacientes diagnosticados com Covid-19. O medicamento, de acordo com o prefeito, só será aplicado sob prescrição médica e com a autorização da família.

 

Comentários