Cerca de 86% das internações feitas no Hospital de Campanha foram de pacientes com menos de 60 anos

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 16/04/2020

Cerca de 86% das internações realizadas até terça-feira, 14, no Hospital de Campanha em Taboão da Serra foram de pessoas com menos de 60 anos, ou seja, 25 dos 29 pacientes que precisaram ficar hospitalizadas não eram idosos. A informação foi confirmada pelo prefeito Fernando Fernandes em um vídeo publicado nas suas redes sociais nesta quarta-feira, 15. Uma morte já foi registrada no local.

Ainda de acordo com prefeitura, 14 dos internados eram pessoas saudáveis, que não apresentavam nenhum tipo de doença crônica. Já os outros 15 tinham comorbidades. Atualmente, 11 pessoas ainda estão internadas na unidade. Também houve transferências de casos mais graves para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no entanto, o número ainda não foi informado.

O hospital foi inaugurado há pouco mais de uma semana para tratar moradores infectados pela Covid-19 e até esta terça-feira, dia 14, atendeu 573 pessoas. Em um dia, a procura pela unidade aumentou em 73 casos e as internações 8, já que até segunda, 13, 500 pessoas já tinham sido atendidas e 21 hospitalizadas.

No vídeo, Fernando Fernandes reforça o pedido para que as pessoas permaneçam em casa. “As internações aumentaram em toda a região metropolitana nesses últimos dias, assim como a ocupação de leitos de UTI. Por isso, é muito importante aumentarmos o isolamento social. Se você puder, fique em casa”, disse.

No último balanço divulgado pelo Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP), do Governo do Estado, Taboão da Serra registrou na segunda-feira, dia 13, queda de 10% da adesão à quarentena, indo de 60% no domingo, 12, para 50%. A cidade é a mais afetada pelo novo coronavírus na região, com 410 notificações suspeitas, 9 mortes, 95 infectados e 181 moradores aguardando o resultado dos exames.

 

 

Comentários