Polícia prende suspeito de participar do assassinato de funcionário da CET no Pq. Monte Alegre

Por Redação | 12/09/2019

A Polícia Civil de Taboão da Serra prendeu na tarde desta quinta-feira, dia 12, um dos suspeitos de ter assassinado Marco Antônio Palma, de 57 anos, superintendente da CET que foi morto em frente à sua casa, no Parque Monte Alegre, ao tentar fugir de um assalto no mês de julho.  

Após as investigações, a Justiça decretou a prisão temporária do rapaz de 24 anos. No entanto, segundo o dr. Altamiro, delegado titular do 1º Distrito Policial, a prisão preventiva vai ser solicitada.

Uma arma que pode ter sido utilizada no crime foi encontrada em uma região que faz divisa com Taboão da Serra. A polícia agora aguarda o laudo do exame de confronto balístico que está sendo realizado. “Nos próximos, dias teremos o resultado e ainda vamos no encalço dos demais integrantes dessa famigerada quadrilha de roubadores que agia nessa região do município”, disse o delegado.

O doutor Altamiro ainda reforçou que a prisão representa “uma resposta reativa a ação criminosa que ceifou a vida de um cidadão de bem” e que o nome do suspeito ainda não será divulgado “para não atrapalhar as investigações”, que seguem em andamento na delegacia.

À época, o caso ganhou ampla repercussão e foi parar nas principais páginas policiais de São Paulo. O Governador João Dória (PSDB) chegou a lamentar a morte do funcionário público e prestar solidariedade à família da vítima em seu twitter.

Marcos foi atingido por um tiro quando chegava em casa depois do trabalho. Ele foi abordado por dois homens em uma motocicleta, mas tentou fugir com o carro ao perceber o assalto. Neste momento, um dos criminosos atirou e acertou vítima, que perdeu do controle do veículo e capotou em uma ribanceira em frente ao local do crime. A ação foi flagrada por câmera de segurança.

 

 

Comentários