Liquidações e trocas movimentam comércios

Por Ana Paula Timóteo | 8/01/2012

Após a correria ao fazer as compras de final de ano, o movimento agora é para a troca de mercadorias. 

A maioria dos consumidores procuram as lojas para a substituição dos produtos que ganharam de presentes. Tamanhos errados, pequenos defeitos, e claro, o tradicional mal gosto do amigo-secreto.

"As pessoas insistem na brincadeira, mas foram poucas vezes que um presente me agradou de verdade. Na hora tentamos disfarçar a decepção, mas tem vez que fica impossível. As pessoas confundem amigo secreto, com amigo da onça", diz aos risos Renata Soares. 

Os comerciantes aproveitam o retorno dos consumidores e lançam as esperadas liquidações. As conhecidas "queimas de estoque" visam vender o maior número de mercadorias, geralmente com o objetivo de começar o ano com novas coleções. 

Com descontos que chegam a 70, 80% e parcelas em diversas vezes sem juros, os lojistas fazem de tudo para facilitar a compra dos produtos. "Geralmente as pessoas vêm trocar alguma roupa e sempre voltam para casa com uma nova compra", relata a vendedora Priscila Macedo. 

As roupas com os preços mais baixos atualmente são as de cores brancas, procuradas por muitas pessoas que acreditam na tradição da virada do ano, e que agora sobram nos estoques das lojas. "A procura é grande somente no final do ano mesmo, por conta do Réveillon, depois dificilmente vou ter uma peça básica, 100% branca. Agora todas as peças estão em promoção para acabar logo", conta a representante de um comércio de roupas, Aline Santos.

Comentários