Imposto de cemitério repercute em Taboão

Por Sandra Pereira | 15/04/2011

Os moradores de Taboão da Serra cujos entes queridos estão sepultados no cemitério da Saudade receberam um carnê para pagamento de R$ 100,00 relativos a manutenção do local. O imposto está previsto numa lei municipal aprovada em 2009 e esse ano se materializou por meio do carnê. As reações ao novo tributo foram imediatas. Bastou o carnê ser emitido para os comentários sobre ele ganharem a cidade rapidamente.

Servidores da administração contam que foram emitidos 3 mil carnês. Eles dizem que a cobrança já acontecia anteriormente, mas, afirmam que as pessoas nunca tinham recebido o carnê como aconteceu esse ano.

Até alguns vereadores ouvidos disseram se surpreender com o carnê que está sendo chamado de “IPTU dos mortos”. Um deles avaliou que a emissão do carnê aconteceu num momento complicado para a cidade em função da repercussão negativa dos erros na cobrança do IPTU.

“A lei existe desde 2009, mas só agora enviaram o carnê. Para mim isso aconteceu num péssimo momento em que a cidade ainda reclama da chegada do outro carnê de IPTU”, relatou um parlamentar que pediu para não ser identificado.

Para ele, o estrago só não será maior porque a quantidade de carnês emitidos é pequena em comparação com o número de moradores da cidade.


Comentários