Moradores reclamam do entulho em Itapecerica

Por | 4/04/2011

O crime ambiental não da trégua em Itapecerica da Serra. Diariamente caminhões carregados de entulho, descarregam o material em ruas e estradas da cidade. Moradores denunciam o crime e pedem que urgentemente providências sejam tomadas pelos governantes e segurança pública do município. Colchões, sofás, camas, geladeira, restos de material de construção são indesejáveis aos moradores que só clamam por uma cidade mais limpa.

“Praticamente todos os dias, caminhões, Kombi e veículos de passeio, chegam a minha rua, abrem a caçamba e porta malas e despejam sem a menor preocupação quilos de entulho. Como nas calçadas já não tem mais espaço, pela quantidade que lá já existe, eles despejam no meio da rua. No último domingo, eles descarregaram e depois colocaram fogo, a labareda foi tão alta, que precisei correr para apagar o fogo que quase queimou todo o meu muro”, denunciou uma moradora que não quis se identificar.

Segundo a moradora, diversas vezes a placa dos veículos foram anotadas, mas mesmo empenhados em pegar os criminosos, a GCM não chega no momento certo para prender os infratores da lei. “Estou cansada de tudo isso, estou ficando doente, tomo todos os dias muitos remédios, isso tira o nosso sossego. Mudei para Itapecerica para descansar, e não para me preocupar com entulho. Já fiz até seguro pra minha casa, devido a ações dos criminosos”, ressaltou.

O excesso de entulho se torna chamariz de ratos, baratas e vários tipos de inseto, além do mau cheiro que fica acumulado. “Não adianta nada lavar em frente de casa, se o entulho não for recolhido e também se esses criminosos não forem presos pela polícia. Já pedi diversas vezes para a prefeitura recolher o entulho, mas eles pegam somente o lixo doméstico”, finalizou a moradora.

Em Embu, o excesso de entulho também incomoda os moradores da cidade.“Já reclamei diversas vezes para a prefeitura para que retirasse o lixo. Então eles mandaram por meio de notificação que eu fizesse calçada e guia, eu fiz, mas mesmo assim, o lixo acumulado continua. Então a prefeitura falou que esse entulho é jogado pelos moradores, mas não vou arrumar confusão com eles (moradores), uma vez que a prefeitura não retirou o lixo nenhuma vez”, comentou o proprietário do terreno que não quis se identificar, por medo de represálias.

A limpeza de terrenos particulares cabe ao proprietário, a prefeitura realiza a limpeza somentenas áreas públicas.

Em rápida entrevista ao Jornal na Net, Chico Brito admitiu que o entulho jogado na cidade é um grande problema, e que uma das possibilidades é a instalação de uma usina de reciclagem do entulho para aplicações na construção civil.

Segundo Chico Brito, a cidade de Embu conta com 80 pontos de entulho. “Vou licenciar uma área para colocar o entulho e impedir que os moradores joguem entulho nas calçadas com fiscalização e multa”, finalizou.

A prefeitura informou que faz periodicamente a captação dos entulhos e lixos deixados nas ruas, ou calçadas da cidade. “Porém a população precisa se conscientizar que a rua ou calçada não é lugar de entulho. Vale lembrar que há multa para as pessoas que jogam entulho nas ruas”, finaliza a nota.

Comentários