Morador de rua queimado em Taboão enquanto dormia continua internado no HGP em estado grave

Por Redação | 21/10/2020

Um morador em situação de rua de 43  anos que foi incendiado no dia 10 deste mês enquanto dormia embaixo da marquise de um mercado na rua Antônio de Oliveira Salazar, no Jd. São Salvador, em Taboão da Serra, ainda continua internado em estado grave no Hospital Geral do Pirajussara (HGP). 

A informação foi confirmada pela irmã da vítima nesta terça-feira, dia 20, que procurou a delegacia da cidade para registrar a ocorrência. Segundo informou, o irmão sofreu queimaduras de 1° e 2° grau que atingiram 30% de seu corpo. Ele ainda está na UTI do hospital. 

A familiar ficou sabendo que ele tinha sido incendiado depois de ver uma matéria na televisão e não tinha feito um B.O. até o momento porque foi informada que o SAMU tinha registrado, o que não aconteceu. Informações que chegaram até ela no dia do crime apontam que a roupa da vítima tinha um forte cheiro de gasolina. 

A mulher ainda informou aos policiais que o irmão morava na rua há três anos, após decidir sair de casa. Ele circulava pelas redondezas, mas era a primeira vez que tinha dormido no local. Ela desconhece qualquer pessoa que tenha inimizade com o irmão e diz que ele nunca se envolveu em nenhum crime.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio e será investigado no 2°DP de Taboão da Serra.

 

Comentários