Em Taboão, Hospital de Campanha já realizou mais de 3 mil atendimentos e 137 internações

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 11/05/2020

Com pouco mais de um mês de funcionamento, o Hospital de Campanha em Taboão da Serra já realizou comunicação de 3.067 atendimentos e 137 internações, segundo divulgou a Secretaria Municipal de Saúde. Neste domingo, 10, ainda de acordo com o balanço divulgado, 36 moradores ainda estavam hospitalizados.

Sendo a porta de entrada no município para moradores com suspeita de coronavírus, o equipamento começou a atender no dia 6 de abril no prédio onde antes funcionava o Serviço Especializado de Reabilitação (SER), na Estrada das Olarias, no Jardim Triangulo. Lá, são atendidos pessoas com quadro clínico leve ou moderado da doença.

O hospital tinha 40 leitos, cinco deles reservados para os casos mais graves, e 17 divãs clínicos quando começou a atender, no entanto, antes de completar um mês de funcionamento, foi necessário ativar mais 20 leitos porque a capacidade de internação do hospital já tinha se excedido.

Quem chega para ser atendido, fará uma ficha na recepção e passa pela classificação de risco. Depois, é encaminhado para consulta, em que o médico avaliará se deverá ser medicado, reavaliado, se precisa ficar em observação ou internado.

Até agora, Taboão da Serra teve 34 mortes por coronavírus, maior número de óbitos de toda as cidades do sudoeste da Região Metropolitana. Na cidade, 270 moradores já foram infectados e, destes, 145 foram curados. Outros 180 aguardam o resultado do exame e 198 tiveram as suspeitas descartadas. No total, 748 casos foram relatados.

Para tentar combater a circulação do vírus na cidade, a prefeitura tomou uma série  medidas.

A cidade decretou estado de calamidade pública e os comércios não essenciais continuaram fechados até dia 31 de maio, seguindo a determinação do Governo do Estado, que prorrogou a quarentena.

As ruas, calçadas, pontos de ônibus, entradas e portões de casas dos bairros estão sendo desinfectadas, medida que, segundo o prefeito, segue como uma das mais importantes pela prefeitura.

Na cidade, também houve a entrega gratuita de mais de 25 mil máscaras, confeccionadas pela Escola Municipal de Corte e Costura de Taboão.

Comentários