Taboão da Serra bate recorde e registra 5 mortes por Covid-19 em um dia; total de vítimas sobe para 33

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 8/05/2020

Taboão da Serra bateu recorde e registrou 5 mortes nesta sexta-feira, dia 8. Agora, o total de vítimas fatais pela doença subiu para 33, segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde. Até então, o número maior de mortes na cidade em 24 horas tinha sido 4, quando, no dia 23 de abril, os óbitos saíram de 14 e chegaram a 18.

Apesar de a doença ter maior letalidade entre pessoas acima de 60 anos, a cidade também registrou a primeira morte de um jovem, que tinha 24 anos. Ele estava internado no Hospital Next e tinha obesidade, comorbidade considerada agravante pera a Covid-19.

As outras quatro mortes foram de mulheres acima de 60 anos. A primeira estava, de 75, internada no Hospital Leforte, na liberdade, mas não há informação de nenhuma comorbidade. A segunda, de 76 anos, estava na Unidade de Pronto Atendimento Akira Tada e tinha hipertensão. A outra, de 77, estava no Hospital Santa Clara e tinha diabetes. A última, também de 77, estava no Hospital de Osasco, com diabetes e sequelas de AVC.

Taboão da Serra segue sendo a cidade mais afetada pelo coronavírus entre as cidades do Sudoeste da Região Metropolitana. Até agora, 225 moradores já forma infectados e, destes, 141 já foram curados. Outros 170 aguardam o resultado do exame e 290 tiveram as suspeitas descartadas. Ao todo foram notificados 718 casos.

Medidas de combate

Desde o começo da pandemia, a prefeitura vem adotando uma série de medidas para tentar impedir a proliferação do vírus na cidade. Estado de calamidade pública foi decretado, obrigando comércios não essenciais a fecharem as portas.

Um Hospital de Campanha foi instalado para tratar exclusivamente casos de coronavírus. Desde a sua inauguração, no dia 6 de abril, mais de 2818 pessoas foram atendidas. Destas, 126 já ficaram internadas.

As ruas, calçadas, pontos de ônibus, entradas e portões de casas dos bairros estão sendo desinfectadas, medida que, segundo o prefeito, segue como uma das mais importantes pela prefeitura.

“A gente faz uma desinfecção diariamente, utilizando um produto à base de água, hipoclorito de sódio e sabão. Hoje a prefeitura disponibiliza de 4 caminhões pipas. Um é destinado para locais com maior circulação de pessoas, outro é direcionado para desinfectar as áreas próximas as unidades de saúde, e os demais são para os bairros”, disse o Engenheiro Daniel, secretário de Manutenção da cidade, pasta responsável por realizar a ação.

Na cidade, também houve a entrega gratuita de mais de 25 mil máscaras, confeccionadas pela Escola Municipal de Corte e Costura de Taboão.

Comentários