Secretário Daniel faz balanço das ações de desinfecção contra o coronavírus em Taboão

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 3/05/2020

Há cerca de 15 dias à frente da desinfecção de ruas de Taboão da Serra, o engenheiro Daniel, secretário de Manutenção, fez um balanço da ação, que já se tornou uma das principais aliadas no combate ao coronavírus na cidade. Segundo ele, a limpeza já passou pelo Saint Moritz, Cidade Intercap, Jardim Maria Rosa, Jardim Beatriz, Parque Pinheiros, Parque Albina, Jardim São Matheus, Jardim das Oliveiras, Parque Marabá e vai continuar até atingir todos os bairros.

Com caminhões pipas e pulverizadores, a limpeza é feita nas vias, calçadas, pontos de ônibus, nas entradas e nos portões de casas. A iniciativa, conforme avaliou Daniel, está entre as mais importantes realizadas pela prefeitura, pois é importante para impedir que o vírus se mantenha vivo na superfície e, consequentemente, diminuía o risco de contaminação na cidade, por isso está sendo feita incansavelmente nos quatro cantos da cidade

“Utilizamos uma composição química a base de água, sabão e hipoclorito de sódio, um produto recomendado por cientistas da área da saúde, que comprovadamente inativa os vírus em até um minuto após a aplicação”, explicou. “A gente tem sido muito bem recebido pela população taboanense, que tem entendido nosso trabalho”, ressaltou também Daniel.

O trabalhou começou no Hospital de Campanha, que pode de alguma forma apresentar risco à população pela quantidade de moradores com suspeitas que procuram a unidade, e já se expandiu para Pronto Socorro do Antena, no Pronto Socorro Infantil, na Unidade de Pronto Atendimento Akira Tada, locais onde também podem ter foco do vírus.

Outra importante iniciativa da Secretaria de Manutenção, junto com a Secretaria de Saúde, de Desenvolvimento Social, Trabalho e Rende, vem participando ativamente é entrega de máscaras à população da cidade, que são fabricadas por voluntários na Escola Municipal de Corte Costura. Por dia, mais de 2 mil máscaras são feitas.

“A gente já está com essa ação há cerca 14 dias, ou seja, já entregamos uma média de 25 a 30 mil máscaras. Saímos na frente com a entrega, pois além de ajudar as famílias que não têm condição de comprar, também conseguimos sanar a necessidade dos que até conseguem, porém não encontram. Hoje a dificuldade é para encontrar”, destacou Daniel.

A pasta também participou ativamente da instalação do Hospital de Campanha, que se tornou referência de atendimento a casos de coronavírus na cidade. A unidade foi adaptada no prédio do Serviço Especializado de Reabilitação (SER), que, segundo Daniel, oferece condições para prestar um atendimento de saúde de qualidade.

“Tudo foi planejado seguindo orientações de profissionais de saúde, para que as equipes médicas e os pacientes tenham a melhor estrutura à disposição”, reforçou. Ao todo, o hospital tem 57 leitos, sendo 4 deles com respiradores e outros.

Comentários