Em reunião com Dória, Fernando Fernandes volta a defender isolamento social e pede união entre os municípios

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 30/04/2020

O prefeito Fernando Fernandes (PSDB) voltou a defender o isolamento social durante uma reunião com o governador João Dória (PSDB) e os demais prefeitos das cidades do interior, do litoral e da região metropolitana nesta quarta-feira, dia 29. Fernando destacou que, enquanto não há vacina nem medicamento que cure, o distanciamento é o meio mais poderoso para se defender da Covid-19. Ele também aproveitou para pedir união entre os municípios em relação ao cumprimento das medidas determinadas pelo Governo do Estado.

“Nós sabemos que hoje nós não temos nenhum remédio específico para a cura do coronavírus, sabemos que não temos uma vacina, no entanto, há uma arma poderosa, que é o distanciamento social”, disse ele ao defender que a medida fosse seguida à risca.

No início da crise, Fernando destacou que as prefeituras tiveram um “comportamento uniforme”, mas com o passar do tempo as decisões isoladas começar a surgir devido à pressão dos comércios, das igrejas e do ano eleitoral. 

“Se nós temos a certeza que estamos vivenciando um Governo com absoluto controle cientifico sobre a crise, com decisões planejadas, muita informação e ajuda, nós só temos um caminho, a união, cumprir à risca o comando do Governo”, pediu.

Fernando também lembrou que uma flexibilização agora afetaria o transporte público, que se tornaria “bombas de transmissão”, já que são “grande aglomerado de pessoas”. “Isso a gente não pode perder de vista”, informou.

Uma intervenção mais efetiva da Polícia Militar junto à Guarda Civil Municipal em relação à fiscalização das medidas também foi pleiteada pelo prefeito de Taboão da Serra, que já recebeu sinal positivo do governador. “Já pedi ao Marcos Vinholi [secretário de Desenvolvimento Regional] para falar com o Coronel Bento. Você receberá uma ligação agora ou do Coronel bento ou do General Camilo para fazer um alinhamento com você e a GCM de Taboão”, prometeu Dória.

O Governador agradeceu a colocação de Fernando e lembrou que ele, além de político e prefeito, é médico por profissão, por isso tem propriedade científica em seu posicionamento.

Você tem uma função como político, como homem público, como prefeito, mas você é médico de profissão. Fala com autoridade de médico, da ciência e da medicina, e isso tem um valor adicional no momento de uma pandemia tão grave quanto esta.  Se você defende o isolamento, é porque você, na condição de médico, de alguém que dedicou sua vida ao estudo e prática da medicina, entende que a ciência é a que pode salvar vidas e neste momento”, destacou Dória.

 

Comentários