Embu das Artes terá Centro Médico de Combate ao Coronavírus

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 19/03/2020

A prefeitura de Embu das Artes iniciou a construção do Centro Médico Embuense de Combate ao Coronavírus, no estacionamento do Parque Francisco Rizzo. Em coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira, dia 19, o prefeito Ney Santos informou que o equipamento vai atender exclusivamente a população embuense que tenha suspeita de coronavírus e que o funcionamento já deve começar na próxima segunda-feira, dia 23.
 
Segundo Ney, o novo centro precisou ser construído para disponibilizar novos leitos à população embuense, já que nas próximas semanas a tendência é aumentar o número de casos. “A informação do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde do Estado é de que São Paulo tenha uma curva de casos, que nessa semana agora vai ter um pico muito grande”, informou.
 
Embu das Artes registrou até esta manhã apenas um caso confirmado da novo coronavírus. O morador infectado foi diagnosticado por um hospital particular de São Paulo, onde trabalha como enfermeiro, e é monitorado em casa por uma equipe da secretaria municipal de saúde. A cidade ainda tem 17 casos suspeitos.
 
“Nós queremos separar as pessoas que estão com suspeitas de coronavírus dos equipamentos do cotidiano, dos Pronto Socorros, das Upas e dos postos de saúde”, explicou. “Colocamos dois Whtsaapps à disposição. O munícipe que tiver sintomas, entra em contato com a gente, e um médico, um enfermeiro técnico, vai entender a situação”, disse ainda. Pelo serviço, o morador receberá orientações sobre como agir caso apresente os sintomas.
 
Ainda de acordo com Ney, no local o paciente passará por uma triagem. Se os sintomas foram de Covid-19, ele será atendido no Centro de Combate. Caso não seja, será encaminhado ao Pronto Socorro. A medida visa impedir o contato direto de pessoas suspeitas com outros pacientes que estão nas unidades de saúde para reduzir o número de contágios na cidade.
 
O centro funcionará em um galpão de 1500 m², terá 50 leitos, além de consultórios, salta de observação, de triagem e de medicamento e uma farmácia. Ney, durante a entrevista, já adiantou que 15 respiradores mecânicos foram comprados.
 
“Mesmo que nós só temos um caso confirmado, é importante que tenhamos um equipamento de resguardo da nossa população, até poque nós não sabemos o que vai acontecer daqui para frente “, disse Hugo Prado, presidente da Câmara Municipal de Embu das Artes. "O momento é muito delicado. Não existe aonda uma cura, então a gente precisa trabalhar na prevenção", disse ele ainda em relação a outras medidas adotadas por Ney. 
 
"Estamos fazendo de tudo que pode ser feito para que gente possa combater o coronavírus aqui em Embu. Qual que é a melhor prevenção? O isolamento. Você que não precisa sair de casa, não saia. Nós temos que entender o que tem que ser feito, que é o resguardo", finalizou Santos. 

Comentários