Polícia Civil de Taboão instaura inquérito para investigar assalto ao jogador Júnior Urso, do Corinthians

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 27/08/2019

A Polícia Civil do 1º DP de Taboão da Serra instaurou nesta segunda-feira, dia 26, um inquérito policial para investigar o assalto ao jogador Júnior Urso, volante do Corinthians, que teve seu relógio Rolex levado por um bandido no dia 18 deste mês no Jardim Helena. Imagens obtidas com exclusividade pelo Jornal Na Net mostram a ação criminosa (Clique aqui).

O delegado titular do DP, dr. Altamiro, informou que iniciou as investigações com “base em um BOPM [boletim de ocorrência da Polícia Militar]”, registrado por policiais da 4º companhia do 36º batalhão. “Estamos realizando agora as diligências”, informou. No documento, ele ainda cita a ampla divulgação do crime na imprensa regionais.

Urso foi assaltado dentro do estacionamento do condomínio onde a irmã mora. Ele aproveitava a festa de aniversário do sobrinho quando foi abordado pelo criminoso ao ir embora. No momento do crime, o jogador estava acompanhado da mãe, da noiva e do sobrinho.

O registro da câmera do circuito de segurança mostra que o ladrão aproveita que o portão abriu para um morador e entra ao lado do carro pelo canto direto. A motocicleta usada para o roubo tinha um compartimento utilizado por entregadores. Já dentro da garagem, o assaltante vai em direção ao jogador.

Depois de descer da moto, ele aponta a arma em direção ao peito de Júnior e exige o relógio. Em volta, as pessoas tomam um susto e começam a se afastar com medo. A ação criminosa dura cerca de 20 segundos. O jogador cresceu e nasceu na periferia de Taboão da Serra e seus pais ainda moram na cidade.

Comentários