Administração do PAC São Domingos não presta contas à prefeitura e tem verba suspensa

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 5/04/2019

A administração do PAC São domingos, no Parque Pinheiros, não tem prestado contas à prefeitura de Taboão e, por isso, teve a verba suspensa. A situação tem causado indignação aos pais e funcionários, que criticam a atual gestão da creche e pedem uma explicação do padre responsável.  

“Não tem comida, não tem funcionários, os salários estão atrasados”, afirmou uma mãe indignada em um vídeo enviado à reportagem. Ela e outros pais questionam nas imagens a falta de pronunciamento do diretor da escola.

Ainda de acordo com outros relatos, “tem salas mofadas”. A situação já teria deixado uma criança hospitalizada. “Meu filho ficou internado por conta da sala, que tem muito mofo, e gastei dinheiro com dois vidros de remédio”, disse a mãe do garoto. Ela alegou que o filho foi diagnosticado com pneumonia.

Atualmente, a creche atende 180 crianças de até três anos. O PAC foi fruto de uma parceria firmada entre a prefeitura de Taboão e a Associação Pública de Fiéis dos Pequenos Irmãos do Santíssimo Sacramento – Picolli Fratelli. A gestão municipal forneceria a verba e a associação ficaria responsável por administrar. 

Segundo a Secretaria de Educação, “os PACs precisam prestar contas para prefeitura para que assim seja feito o repasse da verba, o que não vem acontecendo com o PAC São Domingos. Ou seja, eles não prestaram contas e o repasse por parte da prefeitura não foi feito”.

A reportagem tentou entrar em contato com os dois números disponíveis no site da associação, mas ambos dão caixa postal.

Comentários