Ney Santos anuncia na primeira sessão da Câmara de Embu nova licitação no transporte público

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 8/02/2019

A Câmara Municipal de Embu das Artes retornou as atividades legislativas na última quarta-feira, dia 6, e na primeira sessão do ano o prefeito Ney Santos esteve presente para anunciar um novo processo licitatório no transporte público da cidade, que será realizado ainda este ano. A concessão será de 20 anos. 

"A licitação já foi publicada no edital e no próximo dia 21 vai acontecer. Mais de 21 empresas já retiraram o edital", afirmou Ney. A concessionária vencedora, ainda de acordo com ele, "terá a obrigação de investir R$ 55 milhões na cidade, trazer 85 ônibus novos, com wi-fi e ar-condicionado, e destinar 1 milhão para recuperar os pontos de ônibus no primeiro ano, tendo a obrigação de trocar 20 ônibus a cada ano”.

Outra medida no transporte da cidade foi aprovação do Projeto de Lei Complementar que regulariza e organiza sua operação. As principais mudanças do texto com o novo PLC é a previsão de a prefeitura conceder subsídio à nova concessionária para continuar garantindo descontos ou gratuidade na tarifa de passageiros que têm direito ao benefício de acordo com a legislação. Nele, a concessionária terá que apresentar mês a mês relatórios do sistema de transporte.

Apesar de ter sido aprovada com 13 votos favoráveis, algumas fragilidades no projeto de lei foram apontadas por alguns vereadores. "Tem muita coisa a se discutir e a gente está vendo algumas alterações que na prática na hora de operacionalizar o sistema de transporte, não vão acontecer", afirmou o vereador André Maestri. "Agora, a gente está tendo aqui esta alteração na lei, e ai temas importantes não estão sendo discutidos e o momento é agora", concluiu o vereador, se referindo a algumas especificações que não constam no texto sobre como serão feitas as alterações. 

"Vereador, o projeto dispõe acerca do processo de concessão. As especificidades, todo o detalhamento, vem no edital e na assinatura do contrato", respondeu o presidente da Câmara, Hugo Prado.

Também foram apresentados os 9 assistentes sociais que vão a Brumadinho, acompanhados pelo novo secretário Paulo Silas, para auxiliar as vítimas na tragédia do rompimento da barragem. Os agentes ficaram na cidade durante uma semana em substituição aos assistentes do Rio de Janeiro. Outro projeto aprovado durante a sessão foi o da implementação do Bueiro Inteligente. Com ele, caixas coletores serão instaladas  dentro dos bueiros, permitindo a manutenção preventiva com mais facilidade. 

Outro membro do pode Executivo que esteve presente na sessão foi Celso Vasconcelos, novo secretário de Serviços Urbanos. Ele foi amplamente elogiado pelos vereadores. 

Comentários