Criação de abelhas sem ferrão é tema de palestra em Embu das Artes

Por Assessoria de Imprensa | 2/06/2018

Com o intuito de estimular a criação de abelhas nativas brasileiras sem ferrão, bem como demonstrar como as meliponíneas são benéficas ao meio ambiente e a saúde do ser humano, A Sociedade Ecológica Amigos de Embu - SEAE promove o Painel de Economia Verde e Economia Criativa, a ser realizado em 09 de junho, sábado, no 1º Simpósio de Economia Verde de Embu das Artes.

O evento gratuito e é destinado a empreendedores que buscam oportunidades de negócios que geram renda ao mesmo tempo em que contribuem para a preservação da natureza.

Para debater sobre o assunto em uma mesa redonda, estarão presentes os palestrantes Katia Sampaio Malagoli Braga, pesquisadora da Embrapa Meio Ambiente; Ricardo Costa Rodrigues de Camargo, pesquisador da Embrapa Meio-Norte e Paulo Sirks, biólogo e conselheiro da ONG SOS Abelhas sem Ferrão.

Dentre os assuntos abordados por eles, estão o manejo de meliponíneas, o resgate de abelhas sem ferrão, os benefícios do gênero Melipona para o ser humano, as consequências de sua extinção para o meio ambiente, os proveitos econômicos da meliponicultura, a alta gastronomia criada com seu principal produto, entre outros.

Fundamentais para a polinização das plantas e para o equilíbrio ambiental, essas abelhas são impossibilitadas de dar picadas doloridas devido ao ferrão atrofiado pelo processo evolutivo. Hoje, fazem parte do grupo de cerca de 300 espécies meliponíneas encontradas no Brasil e possuem grande diversidade de formas, cores e tamanhos.

Para saber mais sobre o assunto, é imprescindível fazer inscrição previa no site http://seaembu.org/seae/simposio-de-economia-verde//. O evento ocorrerá na Câmara de Vereadores de Embu das Artes.

SERVIÇO

1º Simpósio de Economia Verde de Embu das Artes
Painel de Economia verde e Economia Criativa
Data: 09/06/2018 (sábado)
Horário: Das 8h00 às 12h00
Local: Câmara de Vereadores – R. Marcelino Pinto Teixeira, 50 – Parque Industrial Ramos de Freitas – Embu das Artes
Inscrições: Aqui 

SOBRE A SEAE

Criada por moradores na metade da década de 70, a SEAE atua na preservação ambiental de Embu e região, para estimular e ampliar os processos de transformação socioambiental, cultural e econômica, por meio de processos educacionais participativos e inclusivos, fomentando a atuação em políticas públicas, visando a conservação, recuperação e defesa do meio ambiente. 

 

Comentários