Régis Bittencourt voltou a ser fechada em novo protesto contra Temer

Por Sandra Pereira | 2/08/2017

Manifestantes contrários ao presidente Michel Temer ocuparam trechos das principais vias que dão acesso a São Paulo entre elas a Rodovia Régis Bittencourt, na altura do jardim Salete, em Taboão da Serra. Eles incendiaram pneus em ambos os sentidos da rodovia nas primeiras horas desta quarta-feira, 2, fechando as duas pistas.

O ato contou com a participação de integrantes do MTST e dos movimentos de esquerda que querem a aceitação das denúncias de corrupção contra o governo de Temer.

O protesto provocou um gigantesco congestionamento no local. Uma cortina de fumaça negra encobriu o céu após a queima de pneus.

Também houve bloqueios de manifestantes em favor da denuncia contra Temer nas rodovias Anchieta e Presidente Dutra O protesto pede que a denúncia contra Temer, que vai a votação nesta quarta-feira, 2, seja aceita pelos parlamentares.

Na Rodovia Anchieta, no km 23, na altura de São Bernardo, há bloqueio do trecho sentido capital. Manifestantes queimaram pneus e os bombeiros, aos poucos, apagam o fogo e limpam a pista para, então liberá-la no sentido São Paulo.

Há presença da Polícia Rodoviária Fedeal, Polícia Militar e de viaturas da Ecovias, concessionária do trecho.

Os manifestantes interditam o km 209 da rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro. A via sentido o Estado carioca está livre, mas há pneus ainda pegando fogo no sentido São Paulo.

 

Comentários