Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral contra reformas de Temer em Taboão, Embu e Itapecerica

Por Sandra Pereira | 29/04/2017

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra por vários bloqueios à rodovia Régis Bittencourt, paralisação do transporte intermunicipal e a participação de professores, moradores e lideranças nos atos realizados na capital paulista contra o governo Temer.

Nas primeiras horas da manhã a Régis Bittencourt foi fechada com pneus em chamas. A pista foi liberada em seguida, mas quem achou que o ato seria o único se enganou.

Até as 14 horas a rodovia tinha registrado ao menos 5 fechamentos em pontos diferentes. Dessa vez os manifestantes fizeram atos no centro de Taboão da Serra, na altura do Parque Pinheiros, na altura do Jardim Salete e no bairro do Pinheirinho.

Os atos ocorridos na região foram pacíficos e conseguiram chamar a atenção dos moradores da região. Na avaliação dos organizadores a greve geral foi positiva e atingiu seu objetivo.

Comentários