Câmara aprova Orçamento de Taboão da Serra para 2017 em 2ª votação

Por Sandra Pereira | 7/12/2016

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade, em segunda votação, na sessão desta terça-feira, 6, o Orçamento de 2017 com previsão de  arrecadação estimada em pouco mais de R$ 767 milhões e R$ 758 milhões de despesas. A aprovação do Orçamento para o ano seguinte é condição essencial para que o Legislativo entre em recesso. 

A última sessão da Câmara de Taboão será na próxima semana, dia 13. No dia 14 haverá a diplomação dos eleitos às 14 horas, no plenário da Casa de Leis. 

A aprovação do Orçamento aconteceu em clima de tranquilidade e os vereadores voltaram a elogiar a administração do prefeito Fernando Fernandes, que segundo eles, age com responsabilidade na administração dos recursos e não permite que haja atrasos salariais dos servidores. 

As secretarias de Educação e Saúde terão os maiores orçamentos. A Educação vai receber investimento superior a R$ 203 milhões, que representa 26,83% do orçamento do proposto. Enquanto a Saúde terá 169 milhões, ou seja 22,29% do orçamento total da cidade. A secretaria de Obras tem investimento previsto em R$ 68 milhões para 2017, enquanto a Fazenda deverá receber R$ 56 milhões.

A prefeitura prevê no Orçamento de 2017 repasse para a Câmara Municipal na ordem de R$ 25 milhões e para a Taboão Prev o montante de R$ 104 milhões. 
No Orçamento de 2017 o governo poderá remanejar até 30% do montante total. 

Presidência da Câmara

Durante a sessão sobraram especulações do público e dos vereadores a respeito de quem vai ser escolhido para presidir a Câmara no biênio 2017/2018. André Egydio (PSDB) esquentou o parlamento ao declarar de tribuna que é candidato e não vai desistir da disputa “apesar dos que me consideram kamicase”, avisou.  

Após o discurso dele o líder do governo Eduardo Nóbrega (PSDB) assinalou que o novo presidente será do PSDB, fazendo referência ao vereador Carlinhos do Leme (PSDB), que também conta com o apoio do prefeito Fernando Fernandes. 

Outros candidatos também disputam nos bastidores a presidência do Legislativo entre os quais estão a vereadora Joice Silva (PTB) e Marcos Paulo (PPS).

Comentários