Rede da Sabesp rompe, causa alagamento e protesto de moradores em Taboão da Serra

Por Sandra Pereira | 24/07/2016

Centenas de milhares de litros de água potável foram desperdiçados ao longo deste domingo, 24, na rua João Pires de Camargo, no Recanto dos Pássaros, em Taboão da Serra, após um rompimento na rede de tubulação da Sabesp. O asfalto no local ficou completamente destruído. Após o rompimento faltou água na região. Veja fotos aqui e assista vídeo aqui.

“É um absurdo um descaso desses.Tanta água desperdiçada assim e a Sabesp é chamada mas não vem. Quando avisamos eles disseram que não era nada urgente”, criticou a moradora da casa em frente ao rompimento da rede. 

Durante toda a manhã uma volumosa quantia de água potável jorrou pela tubulação rompida causando protestos entre os moradores da região, além de deixar as ruas completamente alagadas.

O desperdício de água causou indignação entre a população que durante vários meses do ano passado e no começo desse ano se esforçou para economizar água por causa da crise hídrica. 

 A Sabesp foi acionada pelos moradores e a demora no atendimento do chamado deixou-os ainda mais inconformados. Até o fechamento desta matéria, após às 12h20, a água continuava a jorrar pela tubulação rompida no bairro sem previsão para resolução do problema.

Atualização de Informação 13 horas 

Pouco antes das 13 horas a Sabesp cortou a água que passava pela rede e conseguiu impedir que o vazamento continuasse. Um buraco imenso se formou no lugar por onde a água jorrou. Todo o asfalto das imediações foi atingido e os moradores dizem que há risco do asfalto ceder e até engolir veículos que trafegam pela rua. Eles querem a interdição da via para evitar novos danos e evitar o risco de acidentes.

Comentários