Vereador denuncia possível incêndio criminoso em área verde de Itapecerica

Por | 9/09/2010

O vereador José Maria denunciou um incêndio em grande área que foi devastada na Estrada Prefeito Bento Rotger Domingues em Itapecerica da Serra, que segundo ele, foi realizada de maneira criminosa com a finalidade de fazer mais loteamentos clandestinos na cidade.

Em função dessa possível pratica ilegal, pois o município é área de 100% manancial o vereador apresentou requerimento cobrando explicações da prefeitura sobre como está sendo realizada a fiscalização dos órgãos competentes, além de solicitar amparo para o secretário municipal de planejamento e meio ambiente, Luis Pires.


“Apresentei anteriormente um requerimento sobre os loteamentos clandestinos, que as pessoas estariam desmatando áreas verdes da cidade sem a devida autorização dos órgãos municipais e estaduais competentes e até o momento não recebi nenhuma resposta. Quero solicitar ao secretário que interceda para combater essas queimadas que destroem a natureza e podem causar problemas sérios para a cidade com a instalação de mais loteamentos clandestinos”, explicou.

De acordo com o petista não é possível observar essa situação e ficar quieto, pois o papel do vereador é fazer a denuncia. “Apesar da denúncia do vereador, a fiscalização deve ser feita pela polícia florestal e a GCM ambiental, além do corpo de bombeiros da cidade. O fogo atingiu uma grande área na Estrada sentido Embu-Guaçu”, observou.

Para José Maria os órgãos competentes não estão interessados em proteger a área verde da cidade. “Está havendo um grande desleixo na área ambiental, não observamos a fiscalização. Precisamos descobrir se realmente foi realizado um incêndio criminoso no local, na minha opinião existiu sim”, finalizou.

A Reportagem do Jornal na Net recebe diversas denuncias relacionada a crimes ambientais e todas as informações são encaminhadas para a Guarda Municipal (GCM) da cidade, que conta atualmente com o recém-criado Grupo Tático Ambiental  (GTA) que tem como principal objetivo coibir o crime na área ambiental. O efetivo é de 8 integrantes e três viaturas.

O Jornal na Net entrou em contato nesta tarde com o setor de fiscalização que informou não saber ao certo o motivo do incêndio, mas explicou que as causas estão sendo apuradas.
 

Comentários