Conisud busca parceria com Hospital Santa Mônica para aumentar leitos na região

Por | 14/07/2010

Visando a oferta de leitos de retaguarda do Hospital Santa Mônica (próximo a entrada do Rodoanel) ou até mesmo utilizar os disponíveis no momento, representantes das secretarias de Saúde das seis cidades que formam o Consórcio Intermunicipal da Região Sudoeste da Grande São Paulo (Conisud) e integrantes do Poder Legislativo da região participaram de uma reunião no Hospital na manhã desta quarta-feira, 14, com o superintendente do consórcio, Edgar Cruz e com a Secretaria de saúde de Itapecerica Michelle Sales.

O grupo decidiu que irá apresentar até o início da próxima semana (segunda-feira) uma proposta de acordo com a necessidade das cidades, com o objetivo da utilização dos leitos ociosos do hospital para amenizar os problemas da falta de vagas nos seis municípios.

A idéia é desenvolver um projeto capaz de agregar as vagas oferecidas pelo hospital Santa Mônica e garantir o financiamento dos leitos. Atualmente Taboão, Embu das Artes, Itapecerica da Serra, São Lourenço, Juquitiba e Embu-Guaçu enfrentam dificuldades para conseguir atender a população especialmente nos casos de leitos de UTI, cirurgias eletivas e tratamentos continuados.

No próximo dia 20 de julho, às 9 horas da manhã, o grupo deverá participar da reunião de colegiado na cidade de Osasco onde apresentará um pré-projeto com todas as necessidades dos seis municípios. “Após a discussão dos projetos apresentados por cada cidade, elaboraremos um projeto final com as necessidades viáveis e depois a ideia é recorrer ao governo do Estado”, afirmou Michelle Sales.

“Desde 2005 luto para viabilizar o atendimento neste hospital, pois ele conta com uma grande porcentagem de espaço ocioso”, defendeu o Superintendente do Conisud Edgar Cruz.

O Hospital Santa Mônica conta neste momento com 220 leitos, 90 deles estão ocupados, os 130 restantes não estão em uso. O intuito é utiliza-los, pois os municípios carecem de leitos.

As autoridades presentes cobraram maior empenho do governo do Estado para investir na melhoria da saúde. “A ideia é conhecer as agendas dos candidatos ao governo do Estado: Geraldo Alckmin e Mercadante e entregar uma carta com todas as necessidades da região, pois ao ganharem poderão cumprir com a promessa. Mas não podemos descartar de marcar reunião com o atual governador Alberto Goldman”, defendeu Edgar Cruz.

Também participaram da reunião o coordenador do Programa de Saúde da Família (PSF) de Juquitiba, Júlio Coelho, a coordenadora de enfermagem de Embu-Guaçu, Lília Ribeiro, as secretarias de Embu das Artes prestigiaram a reunião Maria das Graças de Sousa e Laudelina Carneiro. Os presidentes da Câmara de Embu-Guaçu, José Raimundo dos Santos, de Juquitiba, José Nunes e de Embu das Artes, Silvino Bonfim. Além de representantes da equipe do Hospital Santa Mônica.

Comentários