/

Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Prefeito de Juquitiba obtém liminar para permanecer no cargo

Por Sandra Pereira | 10/04/2013

prefeito_e_juiza450

Sandra PereiraPrefeito Francisco Júnior e a juíza eleitoral Patrícia de Assis durante a diplomação na Câmara de Itapecerica

O prefeito de Juquitiba, Francisco de Araújo de Melo, o Francisco Júnior, (PPS), e o seu vice, Roberto Oliveira, obtiveram liminar junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para permanecer em seus cargos até que o pleno do TRE julgue o mérito do recurso que pede o efeito suspensivo da sentença da juíza eleitoral de Itapecerica da Serra, Patrícia de Assis Ferreira Braguini. A magistrada acatou ação que pedia a cassação do mandato de ambos, com base numa denúncia de abuso de poder econômico feito pela ex-prefeita do município, Cida Maschio, derrotada pelos dois na eleição de outubro. A decisão da juíza ainda deixa os dois inelegíveis por 8 anos.

Agora a cidade vive a expectativa da decisão do mérito do recurso pelo TRE. Enquanto isso o prefeito continua despachando normalmente na prefeitura, mas ainda se recusa a falar com a imprensa. Entretanto, a repercussão do assunto no município é crescente. Na Câmara os vereadores já debateram o problema na sessão. Os integrantes da base do prefeito pedem cautela. Francisco Júnior elegeu apenas 3 dos 11 vereadores da cidade. Atualmente, já conta com 5 na sua base aliada e trabalha nos bastidores para ampliar o seu arco de aliança.

O presidente da Câmara de Juquitiba, Pedro Ângelo da Silva, avalia que o clima na cidade ainda está acirrado por conta da eleição. Para ele o assunto movimentou os bastidores da política local e dividiu o município entre defensores e contrários à cassação do prefeito e de seu vice.

“Como está muito próximo do pleito passado o clima ainda está acirrado, o que não é positivo para a cidade”, argumenta. 


Quando cassou os mandatos do prefeito e do vice de Juquitiba a juíza de Itapecerica acolheu o argumento de que eles teriam praticado abuso de poder econômico durante a campanha eleitoral. Na sentença de nº 162.769 a juíza afirma ter verificado quatro tipos de irregularidades na prestação de contas do prefeito e seu vice: “doação de produto/serviço que não se inseriam na atividade econômica do doador; arrecadação de R$ 14.000,00 anteriormente à data da abertura da conta de campanha; gastos irregulares de R$ 5.001,20 com combustíveis; despesas individuais em valores superiores a R$ 300,00 não foram quitadas por cheque, transferência eletrônica ou débito e ultrapassaram o limite total de R$ 5.000,00 para o município”, declara a sentença. 

Como a juíza da primeira instância não anulou a eleição se o pleno do TRE decidir manter a sentença inicial a ex-prefeita Cida Maschio pode retornar ao cargo.

thekid

Eu fiquei indignado pela destruição dos banheiros de barnabés para ir ao banheiro tem que pedir para o padre estava feio era só fazer uma reforma eu só tinha visto isto no Taboão no mandato do Evilasio,em vez de reformar desmanchar.

CRIS FLORES

E´UM ABSURDO A INTERPRETAÇÃO DA JUIZA, ACUSAR DE ABUSO DE PODER ECONOMICO UMA CAMPANHA TÃO POBRE QUE NUNCA TIVE PRESENCIADO ANTES...AS EXPLICAÇÕES QUE ESTÃO DESENCONTRADAS...

maria

quero parabennizar o prefeito de juquitiba em poucos meses de mandato a cidade já ganhou cara nova,sera uma pena ele perder o cargo pois em pouco tempo ele nos mostrou que vei para trabalhar e mostrar que se quizer dá pre melhorar a cidade estive lá hontem e gostei do que vi

Marcio Baesse

Cara Que ridículo essa situação para o crescimento da Cidade. Vamos todos apoiar nosso atual prefeito Francisco Júnior! basta irmos para as ruas, com passeata em apoio! organizemos isso já!

20/11/2014

Vereadores de Embu declaram apoio a Ney Santos após a cassação do seu mandato

19/11/2014

Vereador tacha pares de capacho do prefeito e diz não votar em presidente frouxo

19/11/2014

Vereadores de Itapecerica aprovaram projetos e receberam edis de Cotia na sessão

17/11/2014

Vereadores de Embu receberam e apoiaram à GCM para novo plano de carreira

17/11/2014

Mandato de Ney Santos volta a ser cassado pelo juiz Gustavo Sauaia Romero

13/11/2014

Orçamento de Taboão da Serra para 2015 é de R$ 733 milhões

13/11/2014

Sede própria da Câmara de Taboão será inaugurada dia 2 de dezembro

12/11/2014

Nóbrega convoca prefeito para interferir na eleição da nova mesa da Câmara

12/11/2014

Vereadores de Itapecerica aprovam proposta de emenda da lei orgânica da cidade

12/11/2014

Câmara de Taboão recebe cópia do projeto da alça de saída do shopping

21/11/2014

Adoção de cães e gatos continua nesse sábado na Praça Nicola Vivilechio

21/11/2014

Plano Municipal de Redução de Riscos é apresentado na Audiência no Valo Velho

21/11/2014

Campanha da vacinação acontece neste sábado, 22, em Itapecerica da Serra

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.