Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Carlos Andrade indica Paulo Félix como testemunha de defesa

Por Sandra Pereira | 29/06/2011

arquivo

Sandra PereiraCarlos Andrade foi preso na primeira etapa da operação Cleptocracia no dia 3 de maio

O vereador Paulo Félix é uma das oito testemunhas de defesa arroladas pelo vereador Carlos Andrade (PV) um dos quatro vereadores presos em Taboão da Serra acusados de participar do esquema que segundo a polícia civil desviou R$ 10 milhões dos cofres públicos municipais. Paulo Félix disse à imprensa que recebeu com surpresa a informação de que foi indicado pela defesa de Carlos Andrade.

Ele afirmou que não teria o que dizer em defesa do vereador preso a não ser em relação ao período em que Carlos Andrade atuou na câmara municipal.

“Estou buscando informação para verificar se sou obrigado a ir ou se posso declinar. Fiquei surpreso, não sabia que isso acontecer”, revelou.

Paulo Félix observou também que o fato de ser relator da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apura irregularidades no sistema de arrecadação da prefeitura da cidade não poderá ser testemunha de defesa de Carlos Andrade.

A juíza Flávia Castellar Olivério marcou para o dia 24 de agosto, às 9h da manhã a data da primeira audiência das testemunhas de acusação das 23 pessoas presas e os três foragidos acusados de participação no esquema da fraude na arrecadação de IPTU e outros tributos da prefeitura de Taboão. Entre os acusados presos estão quatro vereadores, três secretários municipais e vários funcionários e ex-funcionários públicos. Todos os acusados deverão comparecer nos dias 24, 25 e 26 de agosto no Fórum de Taboão da Serra.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.