Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores de Taboão aprovam aumento de IPTU

Por Allan dos Reis - Especial para o Jornal na Net | 2/12/2009

iptu.jpg

Aprovação aconteceu sem debate ou discussão

Na sessão desta terça-feira, dia 1 de dezembro, os vereadores de Taboão da Serra se calaram e aprovaram, sem qualquer discussão ou ressalva, o projeto de lei, encaminhado pelo executivo municipal, que atualiza a Planta Genérica de Valores (PGV) e, consequentemente, aumenta o valor de IPTU. Mais uma vez a população taboanense não foi consultada e só vai perceber o tamanho real do aumento quando o carnê do imposto chegar, via correio, a partir do mês de fevereiro de 2010.

Conhecidos por seus discursos contundentes, os vereadores tiveram reunião com o prefeito, conversas com representantes da Secretaria de Habitação, mas preferiram se reunir em uma sala fechada e omitir dos seus eleitores o projeto que estava sendo votando. Apenas o vereador Alexandre Depieri (PSB) falou, superficialmente, a respeito do assunto. Mas só depois que o aumento já estava aprovado. Nem o Líder do Governo, Vereador Paulo Félix (PSDB) quis dar entrevista após a sessão. “Preciso me inteirar melhor do assunto”, afirmou rapidamente.

O PGV atualiza o valor do metro quadrado de terreno, segundo sua localização, os valores do metro de edificação, segundo tipo e padrão; bem como os fatores de correção e os respectivos critérios de aprovação. É com base na PGV que o IPTU é calculado. “A gente mudou a forma de estipular valor para evitar grandes distorções como na planta anterior. Agora a gente trabalha com face de quadra. Você pode encontrar de um lado da rua um valor e do outro lado o valor é outro. Sempre respeitando o valor de fato desenvolvido no mercado imobiliário”, explicou Nilcio Regueira, da Secretaria de Habitação.

Nesta quarta-feira, dia 2, o vereador Cido (DEM), falou por telefone com o Taboão em Foco. Cido explicou que o aumento é necessário porque o município perdeu receitas em 2009. “Vamos fechar no vermelho. É preciso aumentar a arrecadação para que os serviços essenciais sejam mantidos”, explica. Cido também reconheceu que foi uma falha os vereadores não terem debatidos o assunto em plenários. “E você viu que o projeto foi aprovado em bloco?”, lembrou.


Acesse: www.taboaoemfoco.com.br


21/08/2018

Governador Márcio França visita Taboão em campanha para reeleição

O governador de São Paulo e candidato a reeleição Márcio França (PSB) vem a Taboão da Serra...

20/08/2018

Joice Silva acompanha formatura das escolas da Construção e Gastronomia

A presidente da Câmara Municipal de Taboão da Serra, vereadora Joice Silva, acompanhou a...

19/08/2018

Vereadores participam de inauguração da EMI Luca, no Jd. Saint Moritz

No último sábado, dia 11, a prefeitura de Taboão da Serra inaugurou uma nova escola infantil, a...

14/08/2018

Deputados aprovam projeto que determina o afastamento do agressor

13/08/2018

Reunião do Consulti discute Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios

O prefeito de Itapecerica da Serra, Jorge Costa, presidiu mais uma reunião do Conselho...

13/08/2018

Acompanhe as principais datas do calendário eleitoral de 2018

O calendário das Eleições Gerais 2018, traz as principais datas a serem observadas por...

12/08/2018

Dr. Onishi anuncia ação conjunta de Cultura, Esporte, Educação e Saúde

Faz 6 anos que o vereador Dr. Ronaldo Onishi iniciou em Taboão da Serra uma batalha em favor da...

12/08/2018

Érica Franquini levou enfermeiros a Alesp para apoiar projeto de 30 horas

A vereadora Érica Franquini, enfermeira com forte atuação na categoria em Taboão da Serra, saiu...

21/08/2018

Governador Márcio França visita Taboão em campanha para reeleição

O governador de São Paulo e candidato a reeleição Márcio França (PSB) vem a Taboão da Serra...

21/08/2018

Homem é morto durante assalto após entregar a carteira e o celular em Cotia

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.