Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Escola Jardim Montesano, em Itapecerica é interditada após sofrer dois tremores nesta terça-feira

Por | 21/09/2010

015 350_2.JPG

Escola Jardim Montesano é interditada novamente

A Escola Estadual Jardim Montesano, localizada na rua Oceania, próximo ao 25º Batalhão de Polícia, em Itapecerica da Serra, cheia de rachaduras, mostrada com exclusividade pela reportagem do Jornal na Net em março sofreu dois tremores fortes nesta terça-feira. Os estudantes foram retirados de lá às pressas. Segundo vários relatos recebidos pelo Jornal na Net a situação na escola só piorou assim como o medo dos estudanetes, pais e professores de que aconteça uma tragédia no local.

“Quem sentiu mesmo foi a professora que estava na sala de informática com a turma da oitava série, ela ficou em estado de choque. Tremendo não conseguia falar. Eu só ouvi um barulho muito forte às 8h30 até pensei que era trovão, por causa da chuva de ontem. Foi então que todos os alunos correram desesperados para a sala da diretora que precisou liberar todo mundo”, contou o aluno Daniel Ferreira.

Várias paredes da escola apresentam rachaduras, as rampas de acesso ao piso superior estão balançando, o muro que cerca a escola ameaça desabar, a sala de informática, cuja situação é considerada a mais crítica estava totalmente interditada, mas após a visita do engenheiro contratado pelo Estado foi constatado que as rachaduras que o prédio apresentava eram normais e estavam dentro dos padrões de dilatação.

Por conta desse laudo, apesar de todas as rachaduras a escola continuou funcionando normalmente. Agora resta saber o que irá acontecer já que o medo dos estudantes e professores só aumentou.

Segundo o Coordenador da Defesa Civil de Itapecerica da Serra Maurício Rocha, a empresa contratada afirmou que em 60 dias as medidas seriam tomadas, mas nada aconteceu. “No início do ano, as rachaduras apareceram e tomamos todas as providências, interditamos a escola. Mas, o engenheiro interditou somente uma parte com tapumes, mas como o período letivo estava próximo, as aulas retornaram”, explicou.

De acordo com Maurício Rocha, a escola permanece interditada até que um engenheiro realize a análise da estrutura e compactação do solo. “O engenheiro deve assumir os riscos civis e criminais, antes disso a escola continua interditada”, afirmou o coordenador.

A situação precária da escola construída há apenas seis anos, numa parceria entre a prefeitura de Itapecerica e o governo do Estado provoca indignação e revolta na comunidade escolar. Alunos da escola afirmam que as primeiras rachaduras apareceram há quatro anos e  se intensificam cada vez mais.

“Este mês, as rachaduras estão maiores. O maior problema com as interdições é ficar sem aula, quando isso acontece não há reposição. Por este motivo meus pais pensam em me transferir de escola, afinal por não ter todas as aulas, fico com o rendimento baixo. Providências precisam ser tomadas, porque a qualquer momento a escola pode desabar”, justificou Daniel.

Ellen Perez dos Santos mora em frente à escola e conta que a construção foi feita as pressas. “Começaram em janeiro e entregaram em outubro, nos moradores tivemos que fazer um abaixo assinado para a construção do muro, porque até o final da obra o muro não existia”, afirma lembrando que os problemas começaram dois anos após a obra acabar.

Cabe à coordenação de ensino remanejar os alunos para outra rede de ensino. A escola permanece interditada e não tem previsão para o retorno das aulas.

O outro lado

Apesar da gravidade dos problemas na estrutura da escola Montesano a Secretaria Estadual de Educação afirmou que não poderá resolver o problema sem antes confirmar qual foi à análise do engenheiro. “Um engenheiro já foi encaminhado à escola nesta tarde e assim que obtivermos maiores informações responderemos todos os questionamentos”, explicou a assessoria de imprensa.

Veja mais fotos da estrutura da escola:

008 350_1.JPG

010 350_1.JPG

21/06/2018

Educadores participam de reunião pedagógica do Projeto Escola Arteris

O Projeto Escola e o Programa Viva Meio Ambiente, desenvolvidos pela Arteris Régis...

21/06/2018

Abertas inscrições para curso de Formação Pedagógica de professores

Estão abertas as inscrições para o curso de Formação Pedagógica para Educação Profissional de...

20/06/2018

Professor de Embu realiza exposição de pinturas em telas

Alunos da Escola Estadual Rubem Carlos Ludwig realizaram no último dia 9 uma exposição de...

18/06/2018

Projeto realizado em Embu foi tema de conferência nos EUA

Desde 2015, uma parceria firmada entre a Secretaria de Educação da Prefeitura de Embu das Artes...

18/06/2018

Professora é homenageada por ex-alunos em escola de Embu das Artes

A professora aposentada Mércia Ramos, de 64 anos, recebeu uma surpresa emocionante de ex-alunos...

15/06/2018

Prazo de inscrição no SISU 2018 se encerra nesta sexta-feira, 15

O prazo de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) se encerra nesta sexta-feira (15)....

11/06/2018

Prefeitura assina convênio com Mackenzie para formação continuada do ensino

Um convênio entre a Prefeitura de Embu das Artes e a Universidade Mackenzie, para o...

22/06/2018

Mulher e segurança são baleados em assalto a carro forte em Itapececerica

Bandidos armados tentaram assaltar carro forte na tarde desta quinta-feira (21), em Itapecerica...

22/06/2018

Em visita ao Poupatempo, presidente do Fussesp comemora resultados

Nesta quarta-feira (20), a presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo,...

22/06/2018

Familiares buscam por mulher que está desaparecida há 5 dias em Embu das Artes

Familiares de Pamela Mendonça de Oliveira 31, estão desesperados com o desaparecimento da mulher...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.